SQLdiag - Parte 1 - Conhecendo o SQLdiag...


  Fala galera, tranquilo? Espero que sim! Vou começar uma série de posts sobre como monitorar o SQL Server através do SQLDiag, vocês já ouviram falar sobre ele?

 O SQLdiag embarcado com o SQL Server 7.0 e o SQL Server 2000 era capaz de obter informações de configuração, histórico de execução de queries e alguns logs, conforme link abaixo:


 O PSSDIAG surgiu internamente no Suporte Premier da Microsoft como um utilitário para coleta de dados de instâncias do SQL Server 7.0 / 2000. Mais tarde esta ferramenta foi disponibilizada publicamente para estas versões do SQL Server, conforme link abaixo: 


 Com o SQL Server 2005 e versões posteriores, o SQLdiag incorporou funcionalidades do PSSDIAG e se tornou mais robusto, conforme link abaixo:


 De acordo com o Books Online, hoje o SQLDiag é capaz de coletar os seguintes dados:

  • Logs de desempenho do Windows
  • Logs de evento do Windows
  • SQL Server Profiler rastreamentos
  • Bloqueio de informações do SQL Server
  • Informações de configuração do SQL Server 

 Fonte: http://technet.microsoft.com/pt-br/library/ms162833.aspx

 No SQL Server 2014, o SQLdiag se encontra no diretório: C:\Program Files\Microsoft SQL Server\120\Tools\Binn\, conforme imagem abaixo:
 

Rodando o SQLdiag pela primeira vez... 

 Ok, agora que já dei uma breve descrição do que é o SQLdiag, vamos executar o mesmo pela primeira vez. Abra um prompt de comando elevado e navegue até o diretório onde o utilitário se encontra, depois simplesmente execute-o conforme imagem abaixo:


 Se o utilitário iniciar com sucesso, você verá uma mensagem igual a imagem abaixo:
 

Repare que no diretório do utilitário surgiram 5 arquivos novos e uma pasta chamada SQLDIAG, conforme imagem abaixo:
 

 Abra a pasta SQLDIAG e repare que nela existem alguns arquivos referentes ao SQL Server e ao servidor em que o mesmo está instalado. No início deste post comentei que é possível coletar várias informações com o SQLdiag. Mas para isto é preciso configurá-lo, e este é o assunto do próximo post. 
 
 Não percam o próximo post pessoal, Configurando o SQLdiag!!! Um abraço!

Nenhum comentário:

Postar um comentário